Página:A Patria Brazileira.djvu/47

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa

— 31 —


Taborda, em frente ao forte das Cinco Pontas, que fora atacado por Vidal de Negreiros.

Libertado dos hollandezes, teve Portugal novas luctas no sul do Brazil com os hespanhóes, em 1680, a propósito da fundação da Colónia do Sacramento, lucta que, periodicamente, se prolongou durante muitos annos.

Os francezes, que muitas investidas já haviam feito em diíFerentes pontos, também procuraram apoderar-se do Rio de Janeiro.

Para isso Diiclerc alli desembarcou á frente de 1000 homens, vendo-se obrigado, porém, depois de algumas peripécias, a entregar-se prisioneiro com mais 600 companheiros.

Intentou então o Almirante francez Renato Duguaj-Trouin vingar a derrota de seu compatriota.

Veiu ao Rio de Janeiro, em Setembro de 1711, com uma esquadra de 17 navios, desembarcando 3.800 homens, que se apoderaram da cidade. Temendo, porém, a reacção, que se preparava, buscou tirar da empreza apenas lucros materiaes, conseguindo que, dentro de poucos dias, lhe pagassem 610.000 cruzados, 100 caixas de assucar, 200 bois, e retirou-se em seguida para a França.

Sob o reinado de D. José I, seu poderoso Ministro Sebastião José de Carvalho e Mello, Marquez de Pombal, grandes serviços prestou ao Brazil, elevando-o mesmo em 1763 á categoria de Vice-Reino. Data d′ahi a transferencia definitiva da Capital do Brazil para o Rio de Janeiro.

O primeiro Vice-Rei foi D. António Alvares da Cunha, Conde da Cunha.

Idéas de independência iam já por esse tempo minando a alma brazileira, e em 1789, no reinado de D. Maria I, foi suífocada a planejada revolução em Minas Geraes, conhecida na historia por — Inconfidência Mineira, — que se destinava á proclamação da Republica.