Página:Os Fidalgos da Casa Mourisca.djvu/138

Wikisource, a biblioteca livre
Ir para: navegação, pesquisa


com o olho na pequena, que é o que me parece; olha que não é nenhuma tola como as outras.

— Ó Anna, que ella não é como as outras sei eu. Nunca esta terra soube o que era um anjo assim.

— Olhem, olhem! É o que eu digo. Temol-a travada! Eu logo vi. Ó filho, que não sei a quem me sahes. Eu logo vi. Tu que te espinhavas todo por eu querer a rapariga para o meu Clemente!... Mas, olá, snr. Mauricio, veja o que faz. Lembre-se de quem ella é filha. É um homem serio e que não gosta de quem não o tractar como homem serio... Mas ahi vem o meu Clemente; elle é que me vae dizer da rapariga.