A Andorinha e outras Aves

Wikisource, a biblioteca livre
 

Ir para: navegação, pesquisa
A Andorinha e outras Aves
por Esopo
Texto publicado em Fabulas de Esopo.

Semeavão os homens linho, e vendoos a Andorinha, disse aos outros pássaros: Por nosso mal fazem os homens esta seara, que desta semente nascerá linho, e farão delle redes e laços para nos prenderem. Melhor será destruirmos a linhaça e a herva que delia nascer, para que estejamos seguras. Rírão-se as Aves deste conselho, e não quizerão tomalo. O que vendo a Andorinha, fez pazes com os homens, e se foi viver em suas casas. Elles fizerão redes e instrumentos de caça, com que tomarão e prenderão todos os pássaros, tirando só a Andorinha, que ficou privilegiada.

moralidade.

Na Andorinha se denota o homem prudente, que fica livre dos trabalhos, se os adivinha antes que venhão: e os que querem viver a seu gosto, sem tomarem conselho, nem preverem o mal, que está por vir, são caçados, e pagão sua ignorancia pelo corpo.