A Gennaro Perrelli

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Gennaro Perrelli
por Antero de Quental
Poema publicado em Raios de Raios de Extincta Luz.


AO ARTISTA E AO PATRIOTA ITALIANO

A arte é como a luz: brilha do alto,
Mas quer livre brilhar: do Deus do bello
Ella é religião: seu templo immenso
Quer sacerdotes mas rejeita o bonzo.
E o artista é como astro gravitando
Em céo e espaço livre: acaso o servo
Pode entoar um canto de ventura?

Só a mão, que não aperta
Grilhão de escravo, disperta
Na arte tal magestade,
Tal sentir e tal verdade —
Vêde essa fronte inspirada
Do artista, allumiada
Ao clarão da liberdade!