A mia senhor atanto lhe farei:

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A mia senhor atanto lhe farei:
por Fernán Gonçalves de Seavra


A mia senhor atanto lhe farei:
quero-lh'eu já sofrer tod'outro mal
que me faça; pero direi-vos al:
de pram, aquesto lhe nom sofrerei:
d'eu estar muito que a nom veja!
  
Sofrer quero de nunca lhe dizer
qual bem lhe quero no meu coraçom,
pero m'é grave, se Deus me perdom!
Mais, de pram, esto nom posso sofrer:
        d'eu estar muito que a nom veja!
  
E sofrer-lh'-ei quanta coita me dá,
e quant'afã outro mi haver fezer,
e ela faça i como quiser;
mas, de pram, esto nom sofrerei já:
        d'eu estar muito que a nom veja!
  
Ca nom posso que morto nom seja.