Amigos, quero-vos dizer

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amigos, quero-vos dizer
por João Garcia de Guilhade


Amigos, quero-vos dizer
a mui gran coita'n que me ten
ũa dona que quero ben
e que me faz ensandecer.
E, catando po-la veer,
     assí and'eu, assí and'eu,
     assí and'eu, assí and'eu!

E ja m'eu conselho non sei,
ca ja o meu adubad'é;
e sei mui ben, per bõa fe,
que ja sempr'assí andarei.
Catando, se a veerei,
     assí and'eu, assí and'eu,
     assí and'eu, assí and'eu!

E ja eu non posso chorar,
ca ja chorand'ensandecí;
e faz-mi amor andar assí
como me veedes andar:
catando per cada logar,
     assí and'eu, assí and'eu,
     assí and'eu, assí and'eu!

E ja o non posso negar:
alguén me faz assí andar!