Carta de Dom Pedro II para sua irmã Januária (7 de agosto de 1862)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Rio 7 de Agosto de 1862

Cara mana


Estimo que vás melhor, e que todos os teus passem bem. Aqui não ha novidade.

Recebi os pedidos que te fizerão. O que eu dava ao Caetano Lopes de Moura era mais como uma demonstração de apreço por seus serviços á literatura patria do que pelas notícias que elle de lá pudesse mandar e portanto não subsistindo mais este motivo não posso fazer o que pretende o Andrada a quem alias agradeço o seu offerecimento, e a indicação de Picciolo.

A respeito do pedido da Magarinos, cuja família e de seu marido sempre estimei dar-te-ei que varias vezes lembro aos ministros pessoas para serem condecoradas, e que estas graças são agora mais difficeis depois do decreto cuja data não me lembro agora mas foi referendado pelo Souza Ramos quando ultimamente Ministro do Imperio.

Dá muitas lembranças ao Luiz e aceita um saudoso abraço de

Teu mano do coração

Pedro