Declaração: “Em homenagem e condenação do 70.º aniversário da fome genocidária da Ucrânia de 1932-33”

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Declaração: “Em homenagem e condenação do 70.º aniversário da fome genocidária da Ucrânia de 1932-33”.
Declaração do Parlamento da Comunidade Autónoma do País Basco: "Em homenagem e condenação do 70.º aniversário da fome genocidária da Ucrânia de 1932-33" (N.º 07/11.02.01.0271 , 1 de Outubro de 2003).



Escudo de Euskadi.svg


  • O Parlamento Basco delibera:
  • 1) Homenagear, no 70.º aniversário da fome ucraniana planeada pelo regime estalinista, os milhões de vítimas inocentes causados pela mesma.
  • 2) Recordar, no 70.º aniversário da fome ucraniana, a brutalitade totalitária do regime estalinista, que desprezou constantemente os direitos humanos e provocou milhões de vítimas.
  • 3) Condenar o desprezo pela vida humana, pelos direitos humanos e pelas manifestações de identidade nacional que caracterizaram o regime de Estaline, bem como outros regimes totalitários.
  • 5) Apoiar os esforços do Governo da Ucrânia e da Verhovna Rada (Parlamento da Ucrânia) em divulgar internacionalmente a fome ucraniana.
  • 6) Proclamar que uma Ucrânia independente e democrática, na qual o respeito pela dignidade e pelos direitos humanos seja a pedra angular, é o melhor garante de que atrocidades como a que recordamos não voltem a castigar o povo ucraniano, e de que a integração da Ucrânia na União Europeia constituirá a melhor garantia, em relação ao seu Futuro, da continuidade dos princípios democráticos e da independência para a Ucrânia, pelo que apelamos tanto às autoridades comunitárias como muito especialmente às instituições ucranianas, para acelerarem o processo das reformas necessárias para que, o mais breve possível, a Ucrânia seja um forte candidato à adesão à UE".


Vitória-Gasteiz, 1 de Outubro de 2003