Deste-me um cordel comprido

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(Deste-me um cordel comprido)
por Fernando Pessoa
Quadra escrita por Fernando Pessoa. Agrupada postumamente (em 1965) como Quadras ao Gosto Popular.[*]

Deste-me um cordel comprido
Para atar bem um papel.
Fiquei tão agradecido
Que inda tenho esse cordel.