Diferenças entre edições de "Hino do município de Irineópolis"

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
250 bytes adicionados ,  00h15min de 30 de dezembro de 2008
sem resumo de edição
( nova página: Aplausos a quem por seus feitos Eleva o nome e o conceito Desta terra que em sua história Tem registros de vitória. Ontem, hoje e sempre Viva nosso povo! Viva nossa...)
 
{{hino
Aplausos a quem por seus feitos Eleva o nome e o conceito Desta terra que em sua história Tem registros de vitória. Ontem, hoje e sempre Viva nosso povo! Viva nossa gente! Em tempos de outrora já se ouvia ao longe O clamor de um povo que pensando hoje Orientou os moços, respeitou os velho Protegeu crianças e amou a todos Terra do Sul, aclamada em pleno amparo De arrebóis que emanam brisa tão amenas Os pinheirais em copas verdejantes Harmonia com o céu azul pujante A areia branca que se faz à margem Do rio soberano que Iguaçu se chama Espera que venha ao ancoradouro Família francesa que ao vilarejo Dá seu próprio nome como prêmio e louro. Estribilho A semente responde em campo farto Ao trabalho que a máquina opera E o braço forte, atendendo ao apelo Dá ao pai o fruto que é alimento Irineópolis! Semeando alegrias Na convivência de tantas etnias Mosaico de cultura forma o seu povo União de todos é respeito ao mundo novo. Na evolução, seguindo a caminhada Mudanças chegam; é a trajetória Menina moça, então emancipada Vem com outro nome e busca, enaltecida Projetar-se em leque de trabalho e glória. Aplausos a quem por seus feitos Eleva o nome e o conceito Desta terra que em sua história Tem registros de vitória Ontem, hoje e sempre Viva Irineópolis! Viva nossa gente!
|obra=Hino do município de [[w:Irineópolis|Irineópolis]]
|letra por=Eron Rodrigues
|melodia por= João Clairton Pacheco e Valdor Moares
|notas=
}}
 
<poem>
 
Aplausos a quem por seus feitos
Eleva o nome e o conceito
Desta terra que em sua história
Tem registros de vitória.
Ontem, hoje e sempre
Viva nosso povo! Viva nossa gente!
Em tempos de outrora já se ouvia ao longe
O clamor de um povo que pensando hoje
Orientou os moços, respeitou os velhos
Protegeu crianças e amou a todos
Terra do Sul, aclamada em pleno amparo
De arrebóis que emanam brisa tão amenas
Os pinheirais em copas verdejantes
Harmonia com o céu azul pujante
A areia branca que se faz à margem
Do rio soberano que Iguaçu se chama
Espera que venha ao ancoradouro
Família francesa que ao vilarejo
Dá seu próprio nome como prêmio e louro.
 
A semente responde em campo farto
Ao trabalho que a máquina opera
E o braço forte, atendendo ao apelo
Dá ao pai o fruto que é alimento Irineópolis!
 
Semeando alegrias
Na convivência de tantas etnias
Mosaico de cultura forma o seu povo
União de todos é respeito ao mundo novo.
Na evolução, seguindo a caminhada
Mudanças chegam; é a trajetória
Menina moça, então emancipada
Vem com outro nome e busca, enaltecida
Projetar-se em leque de trabalho e glória.
Aplausos a quem por seus feitos
Eleva o nome e o conceito
Desta terra que em sua história
Tem registros de vitória
Ontem, hoje e sempre
Viva Irineópolis! Viva nossa gente!
</poem>
 
[[Categoria:Hinos de Santa Catarina|Ireneópolis]]
2 329

edições

Menu de navegação