Hino do município de Nova Esperança do Sudoeste

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Nova Esperança do Sudoeste
Letra por Sebastião Lima e José Carlos Pereira
Melodia por Sebastião Lima e José Carlos Pereira

Junto ao vale tão verde, e formoso.
A clareira se faz dominar
E surgiu no rincão grandioso
Esta jóia que eu sempre hei de amar
Nova Esperança do Sudoeste meu torrão
Viverás eternamente em meu coração.

Na paisagem de rara beleza
A mandioca, o fumo e o feijão.
Traduzindo com o milho a certeza,
Que a riqueza é gerada do chão
Nesta costa rica e dadivosa
Que o Rio Lontra está sempre a irrigar
Cresce e vibra esta gente garbosa
Que o sul haverá de orgulhar

Nossa Senhora do Sagrado Coração
Abençoa esta gente hospitaleira
Que acredita no futuro da nação
E no labor será sempre a primeira
Eu que sou filho deste recanto
Com alegria hei de sempre dizer
És colméia de amor e de encanto
Onde sempre eu hei de viver

No horizonte a mais linda imagem
A ecologia e as belezas naturais
A pecuária enriquece a paisagem
Destas glebas tão pujantes colossais
Nova Esperança do Sudoeste o sucesso
Deste povo tão amigo e gentil
Se inspira no labor e no progresso
Que impulsiona este amado Brasil