Hino do município de Vidal Ramos

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Vidal Ramos
Letra por Arnaldo Haas
Melodia por -
Também referenciada como Hino de Amor a Vidal Ramos. Ainda não foi musicada.


Foram bravos os homens que outrora
Demandaram pras terras daqui...
Muitos dias por selvas afora,
A procura de um novo porvir.
Não vieram em busca do ouro,
Que é volátil, se esfuma no ar...
Mas da TERRA, esta sim que é o tesouro.
Onde planta-se a Pátria e o lar.

Estribilho
Vidal Ramos, a tua história
Um povo que é trabalhador.
Vidal Ramos, a tua glória
Canta um hino de paz e amor
Ô... ô... õ... um hino de paz e amor.

Cá chegando, esperava-os a luta,
O crescer, trabalhar, progredir...
Nem as ARMAS da terra em disputa
Os fizeram daqui desistir.
Passam anos e vem o sucesso,
A colônia se enche de vida...
Pela estrada já chega o progresso
Mas é o rio a primeira avenida.

Estribilho

Fez-se vila a pujante floresta,
Faz-se a vila em cidade florida...
Hoje a terra quem doce festa
É um lugar onde há doce vida.
Eis que vemos, de braços abertos
Verde vale de lindas cascatas...
Não são tantas florestas por certo,
Mas a vida que temos é grata.

Estribilho

Eia, pois ao futuro que espera
O teu povo que é amante da paz...
Não te engane ou te iluda a quimera,
Só o trabalho produz, é eficaz.
Te conserve o amor de teu filhos
Te proteja o Bom Deus com ternura,
Seja eterno este primeiro trilho
Onde sempre circule a fartura.

Estribilho