O ribeiro bate, bate

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
(O ribeiro bate, bate)
por Fernando Pessoa
Quadra escrita por Fernando Pessoa. Agrupada postumamente (em 1965) como Quadras ao Gosto Popular.[*]

O ribeiro bate, bate
Nas pedras que nele estão,
Mas nem há nada em que bata
O meu pobre coração.