Oração da Cabra Preta Milagrosa

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cabra Preta milagrosa, que pelo monte subiu, trazei-me Fulano, que de minha mão sumiu.

Fulano, assim como o galo canta, o burro rincha, o sino toca e a cabra berra, assim tu hás de andar atrás de mim.

Cabra Preta milagrosa, assim como Caifás, Satanás, Ferrabrás e o maioral do inferno, que fazem todos dominar, fazei Fulano se dominar, para me trazer cordeiro, preso debaixo do meu pé esquerdo.

Fulano, dinheiro na tua e na minha mão não há de faltar; com sede, tu, nem eu, não haveremos de acabar; de tiro e faca, nem tu, nem eu, não há de nos pegar, meus inimigos não hão de me enxergar.

A luta vencerei com os poderes da Cabra Preta milagrosa. Fulano, com dois eu te vejo, com três eu te prendo, com Caifás, Satanás, Ferrabrás, venceremos.

Rezar com uma faca de ponta na mão e diante duma vela acesa.