Página:A Carne.djvu/108

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
94
a carne


entrar na ante-sala, batendo duro os pés na soleira da porta, e tirando a capa de borracha que foi pendurar a uma estaqueira. Adeus, meu pai, vosmecê bom, eu vejo; minha mãe na mesma, não?

—Tudo na forma do costume. E você? boas caçadas? boa saúde?

—Caçadas esplêndidas, hei de lhe contar. Saúde de ferro, a não ser a maldita enxaqueca que me não larga, e que neste momento mesmo me está atormentando de modo horroroso. Vou lá dentro ver minha mãe, e sigo para o meu quarto: deve estar pronto. Mande o Amâncio levar-me uma chaleira de água a ferver, e uma pouca de farinha mostarda, para eu tomar um pedilúvio sinapizado.

—Você não jantou, e de certo almoçou mal: coma alguma coisa que há de fazer-lhe bem.