Página:A Guerra de Canudos.djvu/10

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
6
A Guerra de Canudos

Exercito, desde o inicio da Republica, offuscando, pelas terriveis consequências sobrevindas, pela carneficina hedionda e tambem pelas peripecias commovedoras que experimentaram os que lograram escapar, aos do Rio Negro e Lapa, no Rio Grande do Sul e no Paraná e após os quaes o degolamento e infindas torturas infligidas a prisioneiros sob palavra, constituiram triste epilogo áquellas luctas memoraveis.

Assim considerada, a expedição ao mando do coronel Moreira Cesar, si bem que a quarta organisada para o mesmo fim, constitue o prologo sangrento da serie de combates empenhados pelo Exercito Nacional nos sertões da Bahia e o inicio das causas que determinaram a organisação da forte columna, que, sob a designação numérica de 4ª expedição, marchou sobre os temerosos baluartes de Antonio Conselheiro, que até então zombaram de todo o poder das armas republicanas, que três vezes investiram sobre elles sem definitivos resultados.

Com effeito, á deligencia policial commandada pelo capitão Virgilio Pereira de Almeida e que foi desbaratada, seguiu-se outra sob o mando do tenente Pires Ferreira, a qual, após o renhido encontro de Uáuá, foi obrigada a retroceder, embora moralmente vencedora, em virtude dos sérios estragos soffridos pelo inimigo. Logo depois, marchou terceira sob as ordens do