Página:A Guerra de Canudos.djvu/112

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
98
A Guerra de Canudos

didos na medida dos recursos da oocasião. Os mortos foram sepultados.

Nos piquetes avançados continuou a fuzilaria, aliás pouco vigorosa. Viam-se vultos de jagunços saltando velozmente sobre os penhascos, tentando surprehender as sentinellas. As cornetas durante a noite assignalavam a presença dos nossos pontos com seus toques, e as balas do inimigo cruzavam sobre o acampamento.

Esperava-se que os fanaticos tentassem um ataque de surpresa, visto o seu arrojo. N'essa pievisão, ninguem dormiu e a vigilancia manteve-se completa.

Além da morte do 2° tenente Gaudie Souto, no quadro dos officiaes da columna houve um claro de 9 feridos, inclusive o general Commandante. O capitão fiscal do 12° Affonso G. M. de Souza e o tenente do 31° Joviniano José de A. Franco o foram gravemente, e levemente o capitão do 40° Joaquim Villar B. Coutinho e alferes Francisco Pereira Maia; do 35°. o alferes José Narciso da Silva Ramos, assistente do coronel Serra Martins; do 12° os alferes Herminio Silva e João Saraiva de Albuquerque e o capitão do 31°. António Luiz Fagundes de Souza.