Página:A Guerra de Canudos.djvu/212

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
180
A Guerra de Canudos

além dos três generaes, sendo effectuada a conferencia na barraca do general Silva Barbosa, que a propôz, com o fim de serem estabelecidas as bazes do assalto em perspectiva.

Ficou assentado, que seria o arraial atacado, depois de marchar a força pelo flanco direito, por onde seria executada a operação. Da discussão havida, resultou cada um emittir sua opinião sobre o assumpto, quanto ao modo de ser effectuado o movimento, havendo á esse respeito controvérsia. O tenente-coronel Dantas Barreto opinava, sustentado pelos coroneis Telles e S. Martins, que se abandonasse a Favella inteiramente e que as forças completas praticassem o assalto, fazendo parte do plano o transporte prévio dos feridos e material, para um ponto abrigado, proximo ao arraial, devendo aquelles elementos ser protegidos por uma força, d'isso incumbida.

O tenente coronel Dantas Barreto, foi também de parecer, que o movimento se effectuasse por meio de duas columnas: uma conduzindo feridos, artilharia etc, e a outra realisando o ataque. Esse modo de ver, não foi corroborado pelos dois coroneis acima citados, que julgavam melhor toda força reunida investir sobre Canudos.

De qualquer modo, isso importava no abandono da Favella; o que sempre pareceu