Página:A Guerra de Canudos.djvu/240

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
204
A Guerra de Canudos

ferida que atormentava áquelle bravo chefe, prestando com a maior humanidade soccorros á outros feridos.

Ate próximo d'aquella posição foi o capitão honorario Manoel Benicio, que acompanhára a força na marcha e assalto, nivelando-se aos moldados em pleno fogo, no exercicio das suas funcções de representante do Jornal do Cormercio. Esse cidadão também prestou bons serviços, exercendo por vezes o mister de combatente.

Ainda não era possivel juntar todos os feridos, enterrar os mortos esparsos no terreno revolvido pelo pizar de milhares d'homens em furiosa correria. A terra calcarea que reveste o solo do arraial, furtava á vista muitos corpos de infelizes camaradas e grande mortandade ainda accarretaria a sua procura. Por isso foi determinado que só á noite se procedesse áquelle serviço.

O sól declinava e o dia, cheio de inesqueciveis factos, em breve chegaria ao seu termo. Entretanto o fogo era mantido com espaços, conservando-se os fanaticos em méra defensiva. Agóra, com mais cuidado podiam ser constatadas as perdas do exercito.

Foram grandes! Batalhões que entraram em fogo com 400 e tantos homens, como o 25°, 30° e 31°, ficaram reduzidos a 300, 250 e 200. Nas