Página:A Guerra de Canudos.djvu/25

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
19
A Guerra de Canudos

Bahia, o da União, observando a alta gravidade assumida pelos acontecimentos por intermedio do Ministro da Guerra de então, o ge neral de brigada Francisco de Paula Argollo, cuidou de organizar com a maxima urgencia, nova e mais forte expedição contra os fanaticos de Canudos.

O coronel Antonio Moreira Cesar dias antes chegára de Santa Catharina com o 7° batalhão de infantaria, de seu commando. Refazia-se dos ingentes trabalhos que o esgotaram, quando no restabelecimento da legalidade e da ordem n'aquelle Estado.

Convidado para assumir o commando da futura expedição, o coronel Moreira Cesar, que tornára-se alvo de todas as attenções, a esperança dos patriotas, aceitou, não sem objecções, a incumbencia e partiu immediatamente com o 7° uma bateria de artilharia e uma força de cavallaria.

Ao valente chefe foram pelo Governo facultados todos os meios necessarios ao bom andamento da expedição. Partio entre grandes ovações populares, e, era tal a confiança geral na bravura, competencia, sobretudo no passado de Moreira César, que ninguem duvidou um só instante da derrota definitiva dos jagunços. Elle proprio, que não era um vaidoso, no seu intimo de homem sceptico, laborava tal-