Página:A Guerra de Canudos.djvu/283

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Guerra de Canudos
245

ronel Bento Thomaz Gonçalves; o 24° pelo tenente coronel Raphael Tobias e o 38° pelo capitão Affonso Pinto d'Oliveira, officiaes bem aquilatados no Exercito, pela competencia e valor comprovados em anteriores campanhas.

O embarque dos corpos constituindo a brigada realizou-se pelos rotineiros e primitivos processos ainda hoje empregados em occasiões congeneres; o desembarque á 18 de Julho na Bahia, correspondeu condignamente ao embarque de 15, na Capital Federal. Começou pela manhã e terminou ás 11 horas do dia 19.

Contratempos de todo o genero paralizaram os corpos da brigada em S. Salvador. O general Girard, a quem o pessoal do seu commando não chegou conhecer, deu parte de doente, depois de ter ido á Queimadas; o mesmo fez na Bahia o coronel Bento Gonçalves, que falleceu mezes depois; esse bravo official estava gravemente enfermo da molestia que em seguida o victimou, e, por entre lagrimas, lamentou não poder seguir para o campo da lucta. O tenente-coronel Tobias pediu reforma. Foram substituidos os dous ultimos, no commando do 22° pelo major Lydio Porto e do 24° pelo major Henrique José de Magalhães.

A' 3 de Agosto, a brigada partiu com destino á Monte Santo, onde, tendo dado parte de doente o commandante coronel Philomeno