Página:A Guerra de Canudos.djvu/352

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
296
A Guerra de Canudos

tonio Martins de Almeida, Antonio Bomfim de Andrade, Francisco Eduardo Cox, Ernesto Teixeira, Josephino de Castro, Joaquim Xavier, Appio Dantas, Emilio Brito, Selmann, Caio Moura, Nicanor Barboza, Lima Mendes, Appio Medrado, Agostinho Jorge e Xavier Leal.

Esses tambem embrenhados no sertão adusto, o suor porejando ao longo das estradas extensas, sob sol canicular, envolvidos no vapôr suffocante exalado das areias candentes, palmilharam durante muitos dias, em busca do arraial maldicto, para offerecer algum conforto e lenitivo aos seus patricios tombados na lucta como todos nós, elles durante o seu largo caminhar curtiram a sêde abrasadora e mais de uma vez tonteavam, subjugados pela fôme e pelas privações, que á todos amesquinhavam e abatiam, sem comtudo minorar-lhes o animo e o espirito altruísta que os inflammava.

E uma vez chegados ao termo da sua viagem, passaram mãos á obra e, então, quem os excedeu em interesse, humanidade e dedicação pelos pobres feridos; quem, mais do que elles, tão solicito se mostrou ao mitigar-lhes a sêde, abrandar-lhes a fôme e diminuir a intensidade da dôr que transformava os vastos hospitaes n'um inferno indiscriptivel ?