Página:A Guerra de Canudos.djvu/380

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
318
A Guerra de Canudos

O certo é que o assalto foi deliberado sob a unica e exclusiva responsabilidade do g-eneral Arthur Oscar, que, pesando devidamente as ponderações expendidas pelo coronel Sampaio, tinha em vista, de accordo com os generaes Barbosa e C. Eugenio, cortar por completo a aguada ao inimigo, reduzindo ainda mais a área sitiada, o que só podia ser executado a viva força.

Comtudo, alguns commandantes de brigadas, em saliencia o da 3ª tenente coronel Dantas Barreto, eram de opinião contraria ao movimento e arriscada tentativa, opinião no entanto de caracter privado e que não foi absolutamente de encontro ás ordens do General em Chefe á respeito.

Entre as razões adduzidas pelo coronel Sampaio, para justificação do assalto que preconizava, salientaremos algumas de grande importancia e que com o tempo passaram do dominio das probabilidades para o dos factos, ao passo que outras não corresponderam ao pensamento do valoroso commandante da 6ª brigada.

Esse, fez notar: que na zona sitiada não existiriam além de 100 homens armados, os quaes seriam infallivelmente esmagados ao peso das nossas bayonetas. Com os repetidos