Página:A Guerra de Canudos.djvu/384

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
322
A Guerra de Canudos

cumpre ter o maior cuidado em fazel-o sempre em direcção — Sul-Norte, afim de não offender aos camaradas.

Ao toque de Commatido em Chefe. — Infantaria avançar, os batalhões 26° e 5° da Bahia e ala direita da de S. Paulo dirigir-se-hão pelo Vasa-Barris, a tomar posição junto á margem esquerda, abrigadas no barranco esquerdo do mesmo rio, de modo que a extrema esquerda do 26°, toque a trincheira do 15° e ala direita da de S. Paulo a esquerda do lugar que agora occupa o 25°. Durante a noite as batalhões 1° e 2° do Pará, irão tomar posição na retaguarda da ala direita do de S. Paulo, 5° de policia e 26° de infantaria, de modo que, sahindo estes dos seus lugares, sejam immediatamente substituidos por aquelles.

Ao toque de — avançar todo o exercito armará bayoneta e ninguém fará fogo sem ordem expressa do official que commandar; desde que a victoria tenha-se manifestado completamente para as nossas forças, os commandantes das brigadas assaltantes mandarão tocar alvorada; todas as bandas de cornetas e tambores repetirão o toque, as musicas