Página:A Guerra de Canudos.djvu/407

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
343
A Guerra de Canudos

litteralmente o espaço relativamente resumida onde empenhou-se a acção.

D'esse modo, ao ser apurado o desfalque havido nas fileiras, verificou-se-lhe claro de 587 homens entre mortos e feridos.

No calor da acção, ao passo que cahiam feridos e morriam officiaes e praças, eram improvisados hospitaes de sangue em lugares mais abrigados, nas immediações da linha entrincheirada e para elles accorriam os infatigaveis medicos e os abnegados estudantes, que tantos e inestimaveis serviços prestaram, salientandose entre todos os de nomes Horcades e J. Baptista Sebrão, que rompiam entre a fuzilaria em procura dos feridos, aos quaes desveladamente soccoriam.

Mas só pela tarde poude ser medida a gravidade da lacuna aberta nas fileiras com o desapparecimento de varios e prestimosos companheiros, cuja falta era amargamente lamentada por quantos com elles conviveram e ainda mais sensivel se tornava, quando as operações attingiam ao seu termo e proximo estava o fim d'aquella guerra sanguinolenta e feróz. Soube-se, então, que succumbira o valente major José Moreira de Queiróz, commandante do 29°, varado por uma bala nas proximidades da igreja, no auge da carga ; o pranteado veterano