Página:A Guerra de Canudos.djvu/45

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Guerra de Canudos
37

rabinas, revolweres e espadas e seiscentos mil cartuchos cairam em seu poder; outros fornecimentos d'esses elementos de guerra receberam via Minas, Bahia e Sergipe.

Em todo caso, os ferreiros cansavam no fabrico dos canos para os bacamartes ; mani pulavam pólvora com celeridade; limpavam as armas e os facões rabo de gallo, de metal bem temperado e luzidio, eram preparados ás centenas.

Os desertores instruiam os fanaticos no manejo das carabinas modernas e lhes ministravam pequenas noções de tactica na ordem dispersa, aliás instinctiva no sertanejo, sendo que, á proporção que se apoderavam do armamento deixado pelos soldados da expedição desbaratada, d'elle serviam-se immediatamente, com todo o conhecimento e optimas pontarias, demonstrando assim que n'aquella época já existia em Canudos um bom nucleo de individuos, conhecedores das modernas carabinas, cujo uso demanda certa pratica.

Todo o povoado agitava se ; trabalhavam todos e A. Conselheiro, impassivel, presidia á todo aquelle movimento, tendo por fim aguardar a immundicie do Governo e exterminal-a de vez, como castigo exemplar aos que fossem perturbal-os em sua vida de mysticismo e de segregação do resto do Mundo.