Página:A Guerra de Canudos.djvu/66

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
54
A Guerra de Canudos

auxilios prestou o cidadão Annibal Galvão de Oliveira, negociante e fornecedor de gado.

A' 16 de Maio chegou á Monte Santo o General em chefe, verificando serem nullos os recursos ali existentes para alimento das tropas e o transporte do que houvesse futuramente. Os generos eram consumidos á proporção que chegavam em pequenos e mal preparados comboios, idos de Queimadas, peior guarnecidos. Por esse tempo, os batalhões da columna haviam marchado isoladamente, acampando afinal em Monte Santo. Mas, as 1ª e 3ª brigadas, estavam de observação em Cumbe e Massacará, logarejos de poucos recursos, que em breve esgotar-se-iam.

A linha telegraphica, devendo ligar Queimadas a Monte Santo, foi começada a construir em principios de Abril e proseguia com toda morosidade, devido em grande parte á falta de transporte para o material, além de outros contratempos. O que o tenente-coronel Siqueira Menezes despendeu em energia, zelo e actividade com seus auxiliares naquelle difficil trabalho, prova-o a conclusão da linha em principios de Junho, epocha em que, attento os innumeros tropeços desde o inicio dos trabalhos, ella ainda estaria em metade, sinão se evidenciasse a decisão do coronel Siqueira, que obteve até apparelhos dos Estados vizinhos.