Página:A Guerra de Canudos.djvu/81

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A Guerra de Canudos
67

em seu itinerário sobre Canudos, á primeira ordem; os muares de tracção abundantes e o esquadrão de cavallaria montado, a cavalhada em optimo estado. Vejamos o que occorria com relação a 1.ª , soldando as suas unidades, luctando com a falta de organisação do serviço de fornecimento, procrastinando o desenvolvimento das operações.

Em dias de Maio, foi espalhado o boato de que a 2ª columna estava prestes a penetrar no arraial. Isto produzio no animo do irriquieto coronel Thomaz Flôres, com sua brigada em Massacará, impemos de marchar sobre o Rosario, consultando á respeito os commandantes de corpos, os quaes foram de opinião contraria, não só por verem n'aquillo um acto de irreflectida imprudencia, que poderia accarretar funestas consequencias; como por terem de ir de encontro a suprema autoridade do general em chefe, mais do que nunca devendo ser acatada e obedecida. O coronel Flôres, rendendo-se ás bôas razões, terminou abandonando tão extravagante pretenção.

De passagem, citemos, chegando o coronel Telles em Geremoabo, tambem alimentava o desejo de com sua brigada investir sobre Canudos, para o que, pretextava ser o arraial pequeno arranchamento, habitado por algumas centenas, no maximo, de fanaticos boçaes e mal armados.