Página:A Guerra de Canudos.djvu/89

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
75
A Guerra de Canudos

dirigir seus tiros de modo que não offendam a força que contornar, para o que é preciso que os tiros dessas forças sejam no maximo perpendiculares, porque desde que a linha de tiro da força que recebe o ataque, forma angulo agudo com o da que contorna, é claro que essas forças amigas ferir-se-hão, o que cumpre evitar.

Isoladamente, em campo de batalha, nenhuma força de infantaria avança sem estar precedida por um grupo de atiradores. Isto garante-lhe a segurança e dá lugar á energia de modo á poder avançar sempre, porque da iniciativa reflectida parte a victoria.


A marcha da 2ª brigada foi executada, não sem embaraços, devido a forte aguaceiro, só podendo vencer legua e meia do percurso, chegando ao Caldeirão-Grande a 15, aguardando o grosso da columna, enviando para Jetirana, duas leguas na frente o 25° e uma secção de sapadores, que trabalhavam com ardor na desobstrucção e adaptação da estrada á artilharia.

O general Arthur Oscar, com o 9° e o seu piquete, á noite seguiram para esse ponto. No dia 16 a 1° brigada e o 5° regimento chegaram ao Caldeirão, depois de marcha morosa e diffi-