Página:A Menina do Narizinho Arrebitado (1920).pdf/18

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 A MENINA DO

festa como nunca houve igual. Avise a côrte e dê as ordens necessarias, mas antes de nada, mande vir o coche real. O capitão saudou militarmente e sahiu acompanhado dos guardas.

Não demorou muito e uma carruagem appareceu á porta, puxada por tres parelhas de lambarys.

Servia de cocheiro um bello camarão de libré vermelha, muito leso no alto da boléa. Mal o principe e a menina entraram na carruagem, mestre Camarão estalou o chicote e os lambarys partiram como raios.