Página:A Vida de Antonio Rodrigues Ferreira.pdf/27

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
39
DO INSTITUTO DO CEARÁ


quando outras em condições menos favoraveis, já ahi estão prestando-se com maxima decencia ao seo fim religioso![1].

Quando o ex-presidente Pires da Motta quiz dar andamento á obra do actual Hospital de Misericordia, começada na presidencia de Vasconcellos em 1847, reunio em palacio as pessoas mais gradas da Capital, procedeo á uma subscripção[2], e só de Ferreira confiou a administração, graças á qual esse pio estabelecimento chegou quasi a funccionar ainda em vida do benemerito varão.

Não menos se faziam sensiveis os seos sentimentos religiosos na fervorosa devoção á S. José, padroeiro da freguezia, cujas novenas festejava com pompa e enthusiasmo desconhecidos nesta terra, por isso ainda hoje recordados.


  1. Debalde o senador Jaguaribe na Constituição n. 57 de 14 de Abril de 1871 bradou contra a indifferenca:

    « O Tenente-Coronel Ferreira tendo assignado sua existencia por muitos actos de beneficencia, quiz pouco antes de desligar-se da terra, assignalal-a por um importante serviço á religião. começando a erigir a capella de Nossa Senhora das Dores em frente da praça hoje denominada dos Voluntarios da Patria.

    « Este acto de piedade christã, praticado por um cidadão prestimoso, que na vespera de sua morte encontrou na população desta capital espontaneo acolhimento, devia ser motivo para consiliarem-se dous sentimentos, cada qual mais louvavel: o de religiosidade que tanto o distingue, e o de honrar a memoria do Tenente-Coronel Ferreira levando ao cabo a obra por elle começada.

    Assim, porem, não aconteceo; as paredes da capella, aliás adiantadas, não receberam mais um só tijollo de accrescimo, depois da morte do seo fundador!

    Isto, porem, não é o peior: ha ahi alguma cousa mais sensuravel, ha crime e sacrilegio.
    Quando morreo o Tenente-Coronel Ferreira, havia ao pé da capella grande quantidade de materiaes, a saber: tijollo, cal e consideravel porção de optimas linhas ou traves de madeira de lei da melhor qualidade, ao passo que hoje nada disso existe!

    Chamamos a attenção do Snr. Dr. Juiz de Capellas para este facto, que é deploravel e merece severa syndicancia. »

  2. Essa reunião teve logar a 25 de Março de 1854, e a subscripção orçou por cerca de 4 contos de réis, que foram logo entregues a Ferreira. Vide Pedro II ns. 1333 e 1335 de 27 de Março e 5 de Abril de 1854.