Página:A campanha de Canudos.pdf/122

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
118
a campanha de canudos

Desses damnos vingavam-se os jagunços, atacando a linha negra com um vigor excepcional, que bem patenteava a tempera rija de sua envergadura, e a robustez inabalavel de sua fé.

Constou, então, que de algumas fabricas nacionaes, exis­tentes no Estado, se faziam remessas de polvora ao Con­selheiro, o qual accumulava assim elementos para sustentar a campanha, em que andava empenhado. As autoridades com­petentes providenciaram para a cidade da Cachoeira e outros pontos, afim de que se pozesse cobro ao abuso. Asseguro, porém, que o boato era de todo infundado.

Não ha negar, entretanto, que as ultimas providencias tomadas tinham levantado o animo das forças expedicionarias, em cujo denodo e patriotismo confiava a republica, infeliz­mente alvoroçada.

A serie de novas medidas assentadas estava ainda por completar, mas era indispensavel ir até ao fim com ellas.

Então, o chefe de policia dr. Felix Gaspar se trans­feriu para a villa de Queimadas, afim de reorganizar o serviço do transporte de munições de guerra e de bocca para Monte-Sancto. A 11 de agosto, o digno funccionario iniciou seus trabalhos, com o exito mais brilhante; e até o fim de setembro os dirigiu com a maior solicitude e competencia.

Pela manhã de 7 de setembro, no entanto, entrou em Monte Sancto o ministro da guerra, acompanhado do seu es­tado-maior e do coronel Affonso Pedreira de Cerqueira, commandante do regimento policial da Bahia, que levava comsigo seis officiaes, 100 praças de infantaria e 20 de cavallaria, todas pertencentes ao dicto regimento.

Já ficou devidamente assignalada a feição nova, que a cam­panha tomara com a presença do marechal Machado Bittencourt, que soube multiplicar-se para lhe imprimir a direcção mais acertada, proveitosa, e economica possível.

A 12 de setembro, o illustre militar telegraphava ao gover­nador da Bahia por estas palavras:

« Recebi, hontem á tarde, uma « parte » do general Arthur Oscar, communicando haverem nossas forças derrubado as duas