Página:A campanha de Canudos.pdf/141

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
a campanha de canudos
137

exercito brazileiro, foi mais um sacrifício feito pelos nossos bravos por amor á republica, que tanto estremecemos e pela qual nos julgamos honrados, servindo-a com as armas na mão.

Contámos infelizmente 467 baixas entre mortos e feridos, como consta das relações juntas, mas o inimigo perdeu o duplo, além de mulheres e crianças em Numero de 900, perdeu posição, recursos, 600 armas, 4 canhões Krupp desmontados, caixas de guerra, cornetas, munições e 90 prisioneiros gravemente feridos. E’ para lamentar que o inimigo fosse tão valente na defesa de causas tão abominaveis. Viva a republica dos Estados Unidos do Brasil! Vivam as forças expedicionarias no interior do Es­tado da Bahia ! — Arthur Oscar de Andrade Guimaraẽs, general de brigada.»

Esta parte foi inserida na ordem do dia da repartição de ajudante general, n. 900, de 27 de novembro de 1897.

Já em outra ordem do dia, n. 892, de 3 do citado mez, o ajudante general tinha publicado o aviso do ministerio da guerra, de 29 de outubro, concebido nos termos que se seguem:

« A victoria completa das forças legaes poz termo á campa­nha cruenta e mortífera, que durante longos mezes suttentámos no interior da Bahia contra as hordas de fanaticos, concentrados e fortificados em Canudos, onde, apezar de offerecerem a mais tenaz e inesperada resistencia, foram completamente derrotados no dia 5 deste mez, graças ao valor, firmeza e dedicação pa­triotica de que mais uma vez deu provas o exercito brazileiro.

As forças, que se empenharam nessa campanha tão espi­nhosa, souberam honrar as gloriosas tradições do nosso exercito» mantendo-se no posto de sacrifícios, que lhes indicou o dever militar; e ahi, lutando com denodo e abnegado patriotismo, superando enormes difficuldades de toda ordem, e supportando todos os soffrimentos, entre os quaes a perda de officiaes dos mais distinctos, conquistaram completa victoria contra os obcecados inimigos da paz publica.

Os serviços excepcionaes, prestados pelas forças expedicionarias na Bahia, fizeram-nas credoras da gratidão imperecivel e da admiração da nação, que as tem manifestado em todos os pontos do paiz. O exm. sr. Presidente da republica que, em carta