Página:A campanha de Canudos.pdf/145

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
a campanha de canudos
141

protesto, lançaria sobre o nome da patria o mesmo laivo de sanguinolenta atrocidade que, repellido pela brandura christã de Menelick— o africano—, assenta hoje vergonho­samente sobre a emperrada barbaria do crescente ottomano.

Os alumnos signatarios sabem que seria impolitico e errado o proceder de uma republica que, imitando a antiga Athenas, perseguisse os seus guerreiros de volta das ba­talhas arriscadas; mas, comprehendem tambem, por outro lado, a grave necessidade de que uma geral reprovação caia, como um raio do justiça inflexivel, sobre aquelle morticinio praticado talvez na insciencia das leis sagradas, que protegem na culta republica brazileira a vida sempre respeitavel de um preso manietado e sem defesa.

O Brazil republicano só ha de prosperar, quando esti­ verem consolidados certos habitos, certas praticas indis­pensaveis ao seu desenvolvimento normal; a historia da republica atravessa o pariodo da consolidação dos costumes. Urge que, om vez de deixal-as como um precelente funestissimo, profliguemos todas as injustiças, todas as illegalidades, com a serena sobranceria de quem se sente apoiado pela razão e pelo direito. Urge que estygmatizemos as iniquas degollações de Canudos, para que todos se convençam, para que fique indestructivelmente assentado —que a republica, como qualquer governo civilizado do seculo XIX, repelle com a mesma indignação e o mesmo horror a serie inteira das oblações sanguinarias, desde o holocausto desnaturado de Brutus, até ao guilhotinamento em massa dos ferozes republicanos de 1789.

Nos tempos de Caracalla, a prioridade dessas reivin­dicações que o direito não desdenha, mesmo quando inten­tadas em prol da causa de miseraveis mortos, era reclamada como uma honra pelos Papinianos incorru­ptíveis. Hoje, que os brazileiros se vangloriam de possuir cultura egual á dos mais adiantados povos progressistas, seria uma vergonha symptomatica de maiores aviltamentos para o futuro, si a consciência nacional, acobardada, emmudecesse diante dos responsaveis pelos trucida-