Página:A campanha de Canudos.pdf/33

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
29
a campanha de canudos


Quem foi alistado na Companhia difficilmente poderá liber­ tar-se, e vem a soffrer violências, si fizer qualquer reclamação, como succedeu durante a minha estada a um pobre coitado que, por exigir a restituição das imagens que havia trazido, foi posto em prisão.

A milicia fanatica só dá entrada no povoado a quem bem lhe apraz, aos amigos do Governo, ou republicanos conhecidos ou suspeitos ella faz logo retroceder, ou tolera que entrem, mas trazendo-os em vista e prompta a expulsal-os ; quanto aos indifferentes, e que não se decidem a entrar na seita, esses podem viver ali, e têm liberdade para se occupar de seus interesses, mas correndo grandes riscos, e entre estes o de serem algum dia inesperadamente saqueados os seus bens, em proveito da Sancta Companhia: sorte esta pouco invejável, que ainda recen­temente coube a um certo negociante que lá se estabelecera, vindo da cidade do Bomfim.

Naquella infeliz localidade, portanto, não tem império a lei, e as liberdades publicas estão inteiramente coarctadas.

O desaggravo da religião, o bem social e a dignidade do Poder civil pedem uma providencia, que restabeleça no povoado de Canudos o prestigio da lei, as garantias do culto catholico e os nossos fóros de povo civilizado. Aquella situação deplorável de fanatismo é de anarchia deve cessar para honra do povo brazileiro, para o qual é triste e humilhante — que, ainda na mais inculta nesga de terra patria o sentimento religioso desça a taes aberrações, e o partidarismo politico desvaire em tão estulta e baixa reacção.

Releve-me v. ex. revma. a rudeza das considerações que expendi, e a prolixidade desta exposição, cujo intuito é mostrar — o quanto esforçou-se o humilde missionário por desempenhar a tarefa que lhe foi confiada, e inteirar a v. ex. revma. de quanto occorreu por essa occasião, e da attitude rebelde e bellicosa, que Antonio Conselheiro e seus sequazes assumiram e mantém contra a Egreja e o Estado, afim de que, dando ás informações prestadas o valor que mereçam, delibere v. ex. revma. sobre o caso, como em seu alto critério e reconhecido zelo julgar conveniente.