Página:Americanas.pdf/17

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


POTYRA


Os Tamoyos, entre outras presas que fizeram, levaram esta india, a qual pretendeu o capitão da empreza violar: resistia valorosamente dizendo era lingua brasilica: «Eu sou christã e casada; não heide fazer traição a Deus e a meu marido; bem pódes matar-me e fazer de mim o que quizeres.» Deu-se por affrontado o barbaro, e em vingança lhe acabou a vida com grande crueldade.

Vasc. Chr. da Companhia de Jesus, liv. 3º