Página:Americanas.pdf/53

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa




XIV



— «Nasceste para ser senhora e dona:
Anagê não te veda a liberdade;
Quebra tu mesma os nós do captiveiro.
Faze-te espôsa. Vem coroar meus dias;
Vem, tudo esqueço. A fronte do guerreiro,
Adornada por ti, sera mais nobre;
Mais forte o braço em que pousar teu rosto.
Sou menos bello que esse espôso ausente?
Rudes feições compensa amor sobejo.
Vem; ser-me-has companheira nos combates,
E, se inimiga frecha entrar meu seio,