Página:Ao correr da pena.djvu/88

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Não se amofine por conseguinte, e creia na minha boa vontade.

Seu, etc.

S.C. 30 setembro.

Al.

P. S. Agora, quase ao fechar esta, lembrei-me de um expediente aproveitável em tão críticas circunstâncias. A liberdade do folhetinista é ilimitada, a carta longa: portanto escreva-lhe em cima o nosso título - Ao correr da pena - arranja-se às mil maravilhas.