Página:Arte de Grammatica da Lingoa mais Vsada na Costa do Brasil (Anchieta 1595).djvu/38

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
ARTE DA

ſuppoſto delle ſe ha de referir ao reciproco, ſe, vel, ſuus, vt Pedro vay porque eu o mando, por que tu o mandas, por que ſeu pay o manda, &c: em todas eſtas ſe poem, o. reciproco, & não, i. nẽ ç. relatiuos. vt

yxé omondóreme.
Pedro açô endê omondóreme.
ogúba omondòreme, 🙰 não, ymondóreme.

Porq̃ Pedro he a principal peſſoa deſta oração: quaſi dicat Petrus it, quia ego ſe mitto, quia tu ſe mittis, quia ſuus pater ſe miſit, i. ipsum Petrum, porque o principal verbo deſtas orações he, Pedro foy, & delle neceſſariamente ſe ha de entender, o reciproco, ſe, & ſuus.

¶ Neſtas orações, ainda que as primeiras, & ſegundas peſſoas ſejão, as principaes partes dellas, claro eſtâ, que ha de vſar do reciproco, porque he terceira peſſoa vt, Amo a Pedro , porque ama a ſeu pay, Açauçûb pedro, ogúbarauçúme, & ſic in cæteris primis & ſecundis perſonis vtriuſque numeri.

Mas ſendo ambas terceiras como neſta, Ioãne Pedro oçauçûb, ogúba, rauçúme, Ioãne ama a Pedro por que ama a ſeu pay, podeſe referir, ſeu pay, aſsi â Pedro, como â Ioanne, mais o mais certo he referirſe ao Ioãne porque he o principal ſuppoſto da oração.

Conforme a iſto algũas orações que no latim ſoffrem ſuus não ſe ſoffrem câ com reciproco ſenão com relatiuo, vt ſua virtus Petrũ commendat