Página:As mulheres de mantilha.djvu/161

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 157 —

dava testemunho de educação domestica desvelada, mas compromettida pelo mais confuso acanhamento de moça apenas chegada da roça; em seu trajar mais infeliz ainda, além da touca severa e funestissima para sua natural belleza, vestia-se com aquella exagerada e sinistra simplicidade que amesquinha as graças, e torna o corpo como um cabide do vestido.

Em uma palavra, Izidora era bella, mas desageitada; brilhante bruto apanhado no leito da corrente do deserto precisava que a moda lapidando-o, fizesse ostentar o seu elevado e natural valor.

Izidora era uma linda roceira com todas as confusões, acanhamento, e rudezas das solidões em que vivera e que na vida da cidade receberia o lavor, que havia de tornal-a esplendida belleza.

Foi este pelo menos o juizo que sem inveja e com espontaneidade innocente e conscienciosa fizerão sobre ella Irene e Ignez.

E' provável que Izidora desejasse tambem e muito apreciar os encantos physicos e não menos os enfeites das duas meninas da cidade; mas a