Página:Aviario brasilico ou Galleria ornithologica das aves indigenas do Brasil.pdf/20

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
8
ornithologia fundamental

e outro lado do pescoço, da cabeça até á espadua, dos sovacos, ventriscas, e verilhas, e pela parte posterior do femur, são descobertos, ou implumes; e por isso lhe faltào os orificios do quinconce, como se poderá ver, afastando-se-lhe os tegumentos.

     A penna consta de huma base cylindrica, e concava (contendo no seu vão hum vaso esponjoso, e articulado ), que se prolonga á maneira de hum espinhaço, eixo, ou talo. (Em Grego Rachis), algum tanto arqueada para baxo; plana pela parte superior, e pela inferior escanada, e além disto por hum, e outro lado, com raios parallelos, quasi com o mesmo feitio de pennas, formando por cima huma figura convexa, e por baxo concava, para o lado de fora mais estreita, para o de dentro mais larga, para o posterior pennujenta, e para o anterior, mais apertada.

     Pennugem, ou Plumas: são pellos ramificados, com os raios frouxos, espalhados, e segunda vez ramosos.


§. IX.

S

Egue-se, ao que fica dito, a exposição das côres, a cujo respeito somente advertirei o seguinte , 1. que muitas vezes acontece variarem estas nas Aves a mesma especie, por diversas rasões. I . Da idade,

como vemos nas Adens. II. Da estação, como observamos nas mesmas Adens, nos Pavões, na Emberiza da Neve (a)[1] , na Tringa brigosa (b)[2], III. Do clima; nas terras do Norte vem-se Corvos, Gralhas, Pardaes, e outras muitas Aves, pela maior parte brancas; nas do Sul porém, e terras quentes, se encontrão pelo contrario diversamente coloridas, e betadas de côres mui formosas. IV. Do sexo, como nas Adens, Mergulhões, Perdizes, ou Tetraos, das quaes o tempo, e as repetidas observações dos curiosos, feitas em differentes estações, e lugares, sómente nes poderão segurar da sua ultima certeza, que nenhumas outras pennas, como nos tem ensinado o nosso sapientissimo Mestre (Act. Stockh. pag. 368.), são tão constantes nas suas côres, como as remeiras, e as directoras; e por isso são melhores do que todas, para por eilas se lhes marcar a sua differença especifica.


§. X.

P

Assemos áquellas partes das Aves, que a natureza mãi creou descobertas, ou implumes, quaes

são , bico, cera, carunculas, pés, ferrôes.

     Bico, ou Rostro: he huma substancia cornea, prolongada, e adelgaçada, que termina a parte dianteira da cabeça, serve de queixos, e dentro em si encerra a lingua, e he penetrado de dois furos, ou buracos, que servem de ventas, e conforme a diversidade das Aves, gosa de differentes figuras, convém a saber, conica, assovellada, meio roliça, esquinada, roliça, achatada, abatida, acautelada, aguda, ganchosa, arqueada, torta, etc.

     Lingua: he cartilaginosa, carnosa, obtusa, aguda vermicular, alembrigada, cortada, rachada, chanfrada, roliça, franjada, brevissima, compridissima, plana.

     Ventas: varião igualmente, assim na sua situação, como na sua figura. No que respeita a esta, são ovadas, oblongas, lineares, obobadadas, e encanutadas e conforme este ultimo modo, ou são erguidas, como no Cuco: ou parallelas ao bico, como nas chamadas Procellarias (c)[3] : no que respeta

áquel-
  1. Especie congenere da Chamariz.
  2. Pavoncito, ou esp. conj.
  3. No Brasil vulgo Majagué.