Página:Broqueis.pdf/37

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


SONHO BRANCO


De linho e rosas brancas vaes vestido,
Sonho virgem que cantas no meu peito!...
És do Luar o claro deus eleito,
Das estrellas purissimas nascido.

Por caminho aromal, enflorescido,
Alvo, sereno, limpido, direito,
Ségues, radiante, no esplendor perfeito,
No perfeito esplendor indeffinido...