Página:Broqueis.pdf/48

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Sejam carnaes todos os sonhos brumos
De estranhos, vagos, estrellados rumos
Onde as Visões do amor dórmem geladas...

Sonhos, palpitações, desejos e ancias
Fórmem, com claridades e fragrancias,
A encarnação das lividas Amadas !