Página:Broqueis.pdf/64

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Luzes claras e luzes claras
Douram dos templos as sagradas aras,
Na communhão das niveas hostias frias...

Quando seios pubentes estremécem,
Sylphos de sonhos de volupia créscem,
Ondulantes, em fórmas alvadias...