Página:Camilleana (1891).pdf/30

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Cousas leves e pesadas. Porto 1867. 2ª edição, Porto 1867. 1 vol.:

Dous corações guizados. Estudantes portuguezes em Salamanca. O primeiro baile de mascaras em Portugal. Portugal ha quatrocentro annos[1]. Saudade. Folhetim scientifico. Hydrotherapia. O academico ambicioso. Uma gloria nacional. Almeida Garrett. Um parente de cincoenta e tres monarchas. Goethe aos escriptores. Hospital do Porto. José Droz. Dezasete annos depois.

Criticos (Os) do Cancioneiro alegre e A critica benevola. Porto 1879. 1 vol.[2]

Curso de litteratura portugueza. 2º volume. Lisboa 1876. 1 vol.

Delictos da mocidade. Porto 1889. 1 vol.:

Carta de C. C. Branco. Os pundonores desaggravados, poemento[3]. O juizo final e o sonho do inferno, poema[4]. Communicado. Principios para uma consequencia. Sentimento. Uma noite no cemiterio. Algumas flores para um triumpho. A Julio do Carvalhal Sarmento e Pimentel, poesia. Um dia depois de Val-Passos. Notas.

Demonio (O) do ouro. Lisboa 1873-74. 2 vols.

Diccionario universal de educação e ensino. Traducção. Porto 1873. Nova edição, augmentada, Porto 1885-86. 2 vols.

Difamação dos livreiros. Porto 1886. 1 vol.

  1. Este artigo sahio publicado em 1861 nos jornaes Revolução de Setembro e Diario do Rio de Janeiro, sob o titulo-Noticia de um viajante ha tresentos noventa e cinco annos.
  2. A polemica Os criticos é transcripção dos ns. 7 a 10 da Bibliographia portugueza e estrangeira de 1879: 1º-O snr. Sergio de Castro. 2º-O snr. Carlos Lobo de Avila. 3º-O snr. Mariano Pina. Mariano (bis) Pina. Gaspar da Silva. 4º-Arthur Barreiros. A snra. Mariana (Tri) Pina. O snr. Thomáz Filho.
    A critica benevola são as apreciações de diversos jornaes.
  3. Das edições primitivas-Porto 1845.
  4. Das edições primitivas-Porto 1845.