Página:Camilleana (1891).pdf/33

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Filha (A) do doutor negro. Porto 1864. Lisboa, sem data. 2ª edição, revista e correcta pelo auctor, Lisboa, sem data. 1 vol.

Filha (A) do regicida. Lisboa 1875. 1 vol.[1]

Folhas cahidas, apanhadas na lama. Por um antigo juiz das almas de Campanhan, e socio actual da Assembléa Portuense, com exercicio no Palheiro. Poesia. Porto 1854. 1 vol.

Formosa (A) Lusitania. Traducção. Porto 1877. 1 vol.

Freira (A) no subterraneo. Traducção. Porto 1872. 2ª edição, Porto 1875. 3ª edição, Porto 1884. 1 vol.

General (O) Carlos Ribeiro. Porto 1884. 1 vol.

Genio (O) do christianismo. Traducção. Porto 1860. 2ª edição, correcta, Porto 1864. 2 vols.

Gonçalinho (O) de Carude. Romance realista.[2]

Historia de Gabriel Malagrida. Traducção. Lisboa 1875. 1 vol.

Historia e sentimentalismo. Porto 1879-80[3]. 2ª edição, revista pelo auctor, Porto 1880[4]. 2 vols.:

1.º Historia-Estudos para a formação do livro D. Antonio, Prior do Crato: Duarte de Castro; Manoel da Silva Coutinho;

  1. Continua n’A caveira da martyr.
  2. Este romance, annunciado no prelo, em 1880, não foi publicado.
  3. O titulo do 1° vol. é Sentimentalismo e Historia, e o do 2º é Historia e Sentimentalismo. Os dous livros, porém, começam pela Historia e continuam no Sentimentalismo; por isso adoptamos o titulo geral-Historia e Sentimentalismo, que é o da capa do 1º volume.
  4. O 1º volume da 2ª edição começa pelo Sentimentalismo e continua na Historia.