Página:Cantos e phantasias.djvu/72

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 66 —

Ergue este ramo solto em teu caminho:
Sei que em teu seio asylo encontrará!...
Só tu conheces o secreto espinho
Que dentro d'alma me pungindo está!...