Página:Chrysalidas.pdf/173

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


requer, na verdade, um poela e um erudicto. É a isso que alludem estes últimos versos.




Monte Alverne. — Pag. 11.


A dedicatória desta poesia ao padre-mestre Silveira Sarmento é um justo tributo pago ao talento, e á amizade que sempre me votou este digno sacerdote. Pareceu-me que não podia fazer nada mais próprio do que fallar-lhe de Monte Alverne, que elle admirava, como eu.

Não ha nesta poesia só um tributo de amizade e de admiração: ha igualmente a lembrança de um anno de minha vida. O padre-mestre, alguns annos mais velho do que eu, fazia-se nesse tempo um modesto preceptor e um agradável companheiro. Circumstancias da vida nos separaram até hoje.




Alpajurra. — Pag. 119.


Este canto é extrahido de um poema do poeta polaco Miçkiewicz, denominado Conrado Wallenrod. Não sei como corresponderá ao original; eu servi-me da traducção franceza do polaco Chrisliano Ostrowski.