Página:Chrysalidas.pdf/36

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
- 34 -


Nuvens do céu rasgou;
E a pomba, a pomba mystica,
Voltando ao lenho aberto,
Do arbusto da planicie
Um ramo despencou.

Ao sol e ás brisas tepidas
Respira a terra um hausto,
Viçam de novo as arvores,
Brota de novo a flor;
E ao som de nossos canticos,
Ao fumo do holocausto
Desapparece a colera
Do rosto do Senhor.