Página:Chrysalidas.pdf/71

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
- 69 -


Fonte de lodo o ser e fonte da verdade,
Nós vamos para ti, e em tua immensidade
É que havemos de ter o repouso final.

É triste quando a vida, erma, como esta, passa;
E quando nos impelle o sopro da desgraça
Longe de ti, ó Deus, e distante do amor!
Mas guardemos, poeta, a melhor esperança:
Succederá a gloria á salutar provança:
O que a terra não deu, dar-nos-ha o Senhor!